O Dia Nacional do Livro infantil foi escolhido pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2002; foi criada a Lei (10.402/02) como forma de homenagear e registrar o dia do nascimento do escritor brasileiro José Bento Monteiro Lobato como data oficial da literatura infanto-juvenil. Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882 e foi o criador da literatura infantil no Brasil. Monteiro Lobato morreu em 4 de julho de 1984, aos 66 anos.
Monteiro Lobato foi um dos maiores autores da literatura infanto-juvenil brasileira criou aventuras com figuras tipicamente brasileiras, por meio de suas histórias recuperou costumes e lendas do nosso folclore. Uma de sua histórias de grande sucesso foi “A Menina do Nariz Arrebitado”. Dando continuidade a esse sucesso ele criou a maior obra de literatura infanto-juvenil: O Sítio do Pica-pau Amarelo.

Seus principais personagens são D. Benta, a avó; Emília, a boneca falante e irreverente; Tia Nastácia, cozinheira e famosa pelos deliciosos bolinhos de chuva; Pedrinho e Narizinho, netos de D.Benta; Visconde de Sabugosa, boneco feito por Pedrinho e Narizinho com restos de sabugo de     milho; Tio Barnabé, caseiro do Sítio e contador de “causos”, Marquês de Rabicó, porquinho guloso  e vários outros personagens inesquecíveis.


Quem não se lembra do anjinho da asa quebrada que caiu do céu e viveu grandes aventuras no sítio? 



Monteiro ainda apresentou figuras do nosso folclore brasileiro, como o Saci Pererê, negrinho de uma perna só e de gorro vermelho na cabeça; a Cuca, uma jacaré muito malvada entre outros. No final dos anos 80 o sítio foi transformado em obra televisiva. 
Lobato também inseriu em sua obras um pouco da mitologia grega, como o episodio “O Minotauro” quando Pedrinho, muito interessado em saber de tudo, pede à avó que conte a história do Minotauro, a criatura com corpo de homem e cabeça de touro. Dona Benta começa falar o que sabe sobre mitologia grega, quando uma estranha visita chega ao sítio e consegue levar Tia Nastácia para bem longe dali. Ainda inseriu personagens do Walt Disney e das histórias em quadrinhos.
Através de sua histórias mostrou para as crianças como é possível aprender brincando. Com o livro “Emília no País da Gramática” , em 1934, abordou vários assuntos como adjetivos, substantivos, pronomes, verbos e vários outros. Ainda criou “Aritmética da Emília, em 1935, com as mesmas intenções, dessa vez as brincadeiras aconteciam num pomar.


“Um país feito com homens e com livros”

Essa frase criada por ele demonstra a valorização que o mesmo dava à leitura e sua forte influência no mundo literário 

Ler um livro de Monteiro Lobato é embarcar numa viajem inesquecível, ele nos permite conhecer e explorar novos mundos, como ir ate O Reino das Águas Claras para assistir o casamento d o Príncipe Escamado, um peixe que quase se casou com Narizinho.
Quando embarcamos nessas aventuras não sentimos mais vontade de parar, por isso o LIVRO É MÁGICO, este faz toda diferença na formação de uma criança. Apesar de estarmos na era digital, às histórias infantis faz a criançada explorar um mundo de fantasia e aventuras fazendo com que explore ao máximo o seu poder de imaginação. Na verdade essas histórias acabam encantando todos de todas as idades.
Existem outros escritores brasileiros que também propiciam altas aventuras, como Ziraldo, Ruth Rocha, Ana Maria Machado entre outros.




LEIA MUITO E LEIA SEMPRE, POIS O LIVRO  SABE SER UM ÓTMIO AMIGO!!!





Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...