“Eu vou buscar vingança contra aqueles que traíram a minha família. Eu sou Ezio Auditore de Florença. Eu sou um assassino … ”






Autor: Oliver Bowden
Editora: Galera Record
Lançamento: 2011 
Páginas: 363


Assassin's Creed: Renascença conta a história de Ezio Auditore da Firenze, um jovem obrigado a crescer e a amadurecer após o assassinato de parte da sua família e se torna um assassino, na Itália Renascentista.
Traído pelas famílias que governam as cidades-estado italianas, embarcando em uma jornada épica em busca de vingança. Para acabar com a corrupção e restaurar a honra de sua família, ele irá aprender a Arte dos Assassinos.
Ao longo do caminho, Ezio terá de contar com a sabedoria de grandes mentores, como Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, sabendo que sua sobrevivência depende inteiramente de sua perícia e habilidade.





As armas são um caso à parte, achei ótima a ideia de Ezio possuir uma lâmina que sai de um mecanismo considerado avançado para a época, essa arma por sinal foi muito importante para vários desfechos, devo admitir que sem a adaga muita coisa não seria resolvida.

Para os aliados, Ezio tornou-se uma força de mudança, lutando por liberdade e justiça. Para os inimigos, ele se tornará uma ameaça, dedicado de corpo e alma à destruição dos tiranos que oprimem o povo italiano.

Uma das melhores coisas do livro é  o fato da historia ser recheada de ação do começo ao fim, sendo impossível ficar entediado, acredito que isso agradará  muitos leitores. O livro mostra de forma detalhada como foi o treinamento de Ezio, para torna-se um assassino.
Assim começa uma épica história de poder, vingança e conspiração.



Como é um livro baseado em um game com o mesmo nome, fiquei com o pé atrás, achando que o livro poderia deixar a história um pouco vaga, mas me surpreendi, pois o livro é cativante e emocionante.

Contado de forma ágil, sem deixar histórias e acontecimentos inacabados, Assassin’s Creed é uma história de vingança, perdas e de amadurecimento do jovem Ezio, que ao longo do livro torna-se um homem lendário entre seus admiradores e entre seus inimigos.

Apesar do desfecho não ter sido como eu imagina eu gostei, todo o decorrer do livro é surpreendente e prazeroso. Acredito que é uma ótima leitura.


2 comentários

  1. Definitivamente um livro bem eletrizante do início ao fim!
    Parabéns pela resenha, conseguiu expressar as emoções do livro!

    ResponderExcluir
  2. Com relação aos mentores que ajudaram o Ézio, o que eu achei mais interessante foi a forma como ele chamava Da Vinci. Todos nós "conhecemos" ele como Leonardo da Vinci ou só Da Vinci e Ézio tinha o privilégio de chamá-lo só de Leonardo. É um detalhe bobo, mas me deixou bastante intrigada!

    ResponderExcluir

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...