O Vampiro que Descobriu o Brasil

"Das caravelas a Brasília, uma viajem por 500 anos de história."





Autor: IVAN JAF
Editora: Ática
Ano: 2002
Número de páginas: 128


Quando tinha 13 anos minha mãe me incentivou a ler “ O Vampiro que descobriu o Brasil” e até hoje lembro perfeitamente dos detalhes do livro e de como fiquei presa na história.


Esse livro é uma ficção/terror, transformado em um delicioso e divertido livro infanto- juvenil. Além de termos uma aula de história e de nos encontrar com várias personalidades ainda podemos contar com muitas risadas e situações engrassadisimas vividas pelo protagonista.

Com esse livro temos a oportunidade de presenciar a primeira missa rezada em solo brasileiro por Frei Henrique Soares de Coimbra, passando pelo nascimento da primeira capital do país, Salvador, o Período Regencial, a Independência e até a Proclamação da República.O livro cobre 500 anos de história do Brasil até 1999, quando inicia o segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso como presidente, nesse percurso Antônio Brás vai vivendo e interagindo com alguns personagens históricos como Tiradentes e Getúlio Vargas.


“O vampiro que descobriu o Brasil” é daqueles  livros que num primeiro momento não nos chama a atenção, mas depois ficamos preso desejando que a história não chegue ao fim. Há cada página virada temos um novo aprendizado. 

 ***

Na Lisboa de 1500, o taverneiro Antônio Brás vivia tranquilo até o dia em que foi atacado por um Cliente raivoso que o mordeu no Pescoço. Poucos dias, Coisas estranhas começam a acontecer…Até que ele descobre: foi transformado em vampiro pelo enigmático Velho, criatura sedenta por sangue e poder.


Para Antônio, porém, a vida eterna não vale uma lasca de bacalhau frio no azeite. Obcecado por voltar à sua condição natural, descobre que é preciso matar o dito cujo que o criou. Mas como encontrá-lo?O grande acontecimento da época é a viagem da esquadra de um certo Pedro Álvares de Cabral, e Antônio – pressentindo os passos do inimigo – parte de sua jornada. Em solo brasileiro, os anos se passam sem que pareça possível pegar o Velho.

O maldito muda de corpo com frequência, instalando-se em nobres e políticos importantes. Enquanto não encontra a paz da mortalidade, Antônio vê sua história se entrelaçar com a da terra que ajudou a descobrir.





O Surgimento do Livro Impresso





Você Sabia? 

O primeiro Livro a ser impresso no mundo foi A Bíblia Sagrada. A impressão deu inicio no dia 23 de fevereiro de 1455 e levou cerca de cinco anos para ser concluída. 557 anos se passaram até chegarmos aos livros que temos hoje...
A primeira impressão aconteceu devido a Gutenberg, inventor alemão que nasceu em 1390 e morreu em fevereiro de 1468. Ele foi o inventor da famosa prensa de Gutemberg, que tornou possível a impressão. O invento foi o responsável pelo barateamento do livros, tornando a cultura mais acessível. Antes da prensa, os livros eram manuscritos. Isso mesmo! Tinha-se um livro original, e uma pessoa que copiava-o sob encomenda. A cópia era demorada e trabalhosa, as letras tinham que ter um desenho característico e cuidadoso. É de se imaginar que uma trabalho desses não podia ser barato. A tipografia chegou para mudar isso.  


O texto era composto por peças de metal que era embebidas em tinta e prensadas contra o papel, o que permitia um maior numero de cópias e consequentemente diminuindo o custo e aumentando o número de exemplares, assim como o de títulos. Se temos mais livros a menor custo, temos uma sociedade com maior acesso a cultura.

No inicio ( Lê-se primeiros 150 anos) a tipografia era destinada a livros e folhetos. Depois chegou aos jornais, sendo que sua invenção foi um dos estopins para a revolução da imprensa. E é reconhecido como o invento mais importante da modernidade, sendo fundamental em períodos como a renascença, e a revolução cientifica.

As Bíblias que ele imprimiu, ficaram conhecidas como bíblias de Gutenberg. Atualmente existem 60 delas (12 em pergaminho e 48 em papel), Pelo menos 15 estão na Alemanha.

Legal né? Será que Gutembrg podia imaginar que sua prensa seria tão importante? Ela foi fundamental para o desenvolvimento da nossa sociedade.



Do blog Nossa Estante - http://nossaestante-br.blogspot.com/ 


A MENINA QUE ODIAVA LIVROS








Animação conta a história de Nina, uma menina que não gostava de ler, mas que, ao se deparar com o rico universo da leitura, descobre uma nova realidade.






O CHEIRO DE DEUS






Autor: Roberto Drummond
Ano: 2001
Editora: Objetiva
Número de Páginas: 406



Roberto Drummond , conhecido pelo best seller "Hilda Furacão", reinventa sua família para contar a história de uma dinastia inquieta e poderosa que tem como matriarca Dona Inácia Micaela, ela afronta os bons costumes mineiros ao casar-se com seu tio. As peripécias da matriarca, escritas em estilo vigoroso e bem-humorado, culminam em um medo bastante peculiar. Cega aos 65 anos, teme não conseguir aguçar suficientemente seu olfato para sentir o cheiro de Deus.

Apurando o olfato para sentir o cheiro de Deus, ela descobriu que a felicidade também cheirava, que também o dia tinha um cheiro próprio, assim como o sábado à noite em Belo Horizonte cheirava a suor dos amantes. Seria este o cheiro de Deus?

A trama gira em torno dos Drummond, uma estranha família do interior de Minas, em que os casamentos incestuosos são freqüentes e todos os homens têm nome de uísque. Micaéla tem como inimigo o Coronel Bim Bim, que vai a Belo Horizonte com o intuito de cortar a cabeça de Micaéla e pendurá-la no casarão de 28 janelas. Na verdade, eles, que defendem as cores da UDN e do PSD (partidos que dominaram a cena política brasileira de 1945 a 1964), vivem uma paixão inconfessável.



 ***


Quando começei ler esse livro estranhei a quantidade de incestos entre a família Drummond do Brasil, em alguns momentos do livro tive que recorrer a árvore genealógica da familia para lembrar quem era filho de quem.

Um dos livros mais incomuns que li, recheado de personagens intrigantes como a jovem Catula que muda a cor da pele com a chegada da frente fria; Júlia Preta e seu canto aziago que prenuncia morte; a mula sem cabeça que enxerga, o médium que psicografa Dostoievsky e as cinco irmãs que são um pouco anjos, um pouco demônios.

Só posso dizer que me surpreendi com a história, no começo achei que seria chato, no fim fiquei encantada e feliz por ter lido. 




Dibs: Em Busca de Si Mesmo







Titulo: Dibs: Em Busca de Si Mesmo
Autor: Virginia M. Axline
Editora: Circulo do Livro
Número de páginas: 200 


A obra de Virgínia Axline, narra a trajetória de um garoto de 5 anos de idade, marcado por traumatismos profundos desde o nascimento, e de como encontrou o caminho de volta ao mundo das crianças.

No começo da narrativa, Dibs (nome fictício) não falava de modo algum. Seu comportamento variava em permanecer sentado, mudo e imóvel durante toda a manhã ou engatinhava ao redor da sala, absorto e desligado de tudo e outra vez tinha violentos acessos de raiva. Seria Dibs um retardado mental?
Havia alguma coisa que impedia os professores de classificá-lo devido suas atitudes paradoxais: ás vezes apresentava indícios de retardamento mental, outras vezes realizava suas atividades rapidez e tranqüilidade que evidenciava possuir um nível de inteligência superior. Os pais, no entanto preferiam acreditar que Dibs era um retardado mental a admitir que seu drama fosse causado por problemas emocionais.


Convidada a participar de uma conferência na escola de Dibs, D. Axline tem a primeira noção do que era Dibs, e aceitou o desafio de ajudá-lo no encontro consigo mesmo, usando a técnica de ludoterapia


                "A Ludoterapia é a psicoterapia adaptada para o tratamento infantil, através do qual a criança, brincando, projeta seu modo de ser. "




Resenha:

Li esse livro pela primeira vez a uns 25 anos atrás , ainda não se falava da inclusão social de crianças com qualquer tipo de deficiência , fossem dislexia, hiperatividade, surdez... Enfim,  foi meu primeiro contato com a psicologia, mas não se intimidem esse livro não é de cunho didático, embora a autora, realmente cuidou de Dibs  e nos relata passo a passo a convivência que teve e ajuda que  lhe proporcionou seu desabrochar para a vida.

Dibs é uma história fascinante, comovente, emocionante e real. Fiquei muitas vezes indignada com o tratamento familiar dispensada a uma criança de apenas 5 anos de idade, que além de não lhe darem atenção , usavam termos pejorativos  sempre que se falava dele ou se dirigisse a ele.
E no entanto e com tudo se mostrando o contrário ele não era um retardado mental e sim , o que provou mais tarde, era um gênio preso no emaranhado de suas emoções.

Esse livro deveria ser lido por todos, até por que é uma história envolvente , prazeroso e de fácil leitura, mas principalmente por pais e educadores.
Foi escrito a mais ou menos uns 40 anos, porém, atualíssimo no sentido educativo e humanitário.



Ótima leitura!!!





O vídeo foi desenvolvido em Flash 8 para apresentação de um seminário de um grupo do curso de psicologia da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A música usada foi Somewhere Over The Rainbow, de Israel Kamakaiole.




Postado por Márica Lopes Assis.



A PROMESSA 

"Assim como uma jornada de mil quilômetros termina com alguns poucos passos, uma espera de décadas termina em alguns segundos.
É chegada a hora!"
(Diário de Beth Cardall)







Título Original: Promesse Me
Data de publicação: 2011
Número de páginas: 288
Editora: Lua de Papel


Ela havia perdido todas as esperanças... e encontrou um homem que cumpre suas promessas...

Beth Cardall tem um segredo. Durante dezoito anos, ela não teve escolha senão guardá-lo para si, mas, na véspera do Natal de 2008, tudo isso está prestes a mudar.

Para Beth, 1989 foi um ano marcado pela tragédia. Sua vida estava desmoronando: sua filha de seis anos, Charlotte, sofria de uma doença misteriosa; seu casamento transformou-se de uma relação aparentemente feliz e carinhosa em algo repleto de traição e sofrimento; seu trabalho estava por um fio e ela perdera totalmente a capacidade para confiar, ter esperanças e acreditar em si mesma.

Até que, um dia extremamente frio, após atravessar uma nevasca até a loja de conveniência mais próxima, Beth encontra Matthew, um homem misterioso e encantador, que mudaria de uma só vez o curso de sua vida.


Resenha:

Beth amou três homens em sua vida.
Foi casada com Marc sete anos e doze com Kevin, entre esses dois Matthew.
Um homem encantador e misterioso que transforma toda sua vida e de sua filha Charlotte! Ele sabia da doença da filha e como curá-la, sabia tantas coisas sobre ela que era como se fosse uma espécie de anjo! Mesmo com tantos mistérios ela se viu completamente perdida de amor e ela sabia que era correspondida, mas também sentia que ele se retraia sempre que se falava em um futuro juntos, ele apareceu para lhe devolver a confiança e esperança.
Devido uma série de acontecimentos Matthew se revela bom, o que fazer agora? A situação não poderia ter chegado ao ponto chegou!

Eles resolvem viver os dez meses mais incríveis de suas vidas. Do futuro ela só tinha a esperança da promessa! Dezoito anos se passaram, é natal de 2008.

"Trancafiados em porta-joias, escondidos em meu closet, encontram-se dois colares. São presentes de dois homens diferentes.
Os dois colares são belos, ambos são valiosos e não uso nenhum deles, por motivos completamente diferentes - um em razão de uma promessa desfeita, o outro por conta de uma promessa mantida.
Enquanto estiver lendo minha história, há algo que quero que compreenda. Apesar de todo o sofrimento - passado, presente e que ainda virá - eu não teria feito nada diferente. Nem sequer trocaria por qualquer outra coisa o tempo que passei com ele - exceto por aquilo que, afinal, eu o troquei." Diário de Beth cardall

Então Beth enxuga as lágrimas e desce as escadas, é chegado o momento, lá embaixo esperando estão seu marido, sua filha e genro...


O livro fala de uma forma diferente sobre o amor incondicional, a leitura é prazerosa e instigante eu li em uma noite, só achei que o segredo podia ser mais bem explorado!
Nota 7


***  


Esse texto é da mais nova parceira Márcia Lopes Assis, que chegou no Lilian & Jéssica e já mandou ver com a resenha do livro "A Promessa". 
Seja bem-vinda Márcia !



A BUSCA DO GRAAL - Trilogia





Cinco anos ! Esse foi o tempo que levei para terminar a Trilogia do Graal, quando li “O Arqueiro” não tive como adquirir o restante da trilogia para terminar. O tempo foi passando e acabei adiado. Mas enfim, consegui reunir os 3 livros e terminar essa trilogia fascinante, nesses cinco anos não consegui esquecer as belíssimas cenas descritas por  Bernard Cornwell  principalmente as cenas de batalha, que são descritas com riquezas de detalhes que quase esqueço que não estou lá.

A Guerra dos Cem Anos entre a Inglaterra e a França serve de cenário para esta aventura escrita pelo inglês, Bernard Cornwell . Os livros contam a história do jovem arqueiro chamado Thomas de Hookton, filho bastardo de um padre, que cai na trilha do lendário Santo Graal.

Cornwell destila seu maior numero de críticas a instituição Católica, por meio de intrigas, corrupção, perversão e maldade de padres e bispos. Todo membro da Igreja que é bom, ou é ingênuo ou não gosta da Igreja.

O Arqueiro (Volume 1)

Publicado originalmente na Inglaterra sob o título Harlequinn.
Thomas tem apenas 18 anos quando sua aldeia é atacada por um homem misterioso, conhecido apenas como Arlequin. Ele lidera um grupo de guerreiros com uma missão: roubar a lança usada por São Jorge para matar o dragão, uma das maiores relíquias da cristandade. 

O jovem Thomas vê seu pai morrer em seus braços e promete  vingar-se dos agressores e recuperar o objeto precioso. Deixa o que restou do povoado e viaja para o outro lado do Canal da Mancha, onde se junta a grupos de arqueiros ingleses. 

Sob a liderança de Eduardo III, o Príncipe Negro de Gales começa, então, suas aventuras em campos de batalha. O que ele ainda não sabe é que terá de enfrentar um grande mistério que assombra sua vida: os planos diabólicos do famigerado Arlequin, que podem afetar o destino de muitos reinos poderosos.



O Andarilho (Volume 2)

Publicado originalmente na Inglaterra sob o título Vagabond.
Segundo romance da série em busca do Graal, é um romance espetacular, conduzido de forma hábil e envolvente. É o segundo capítulo desta aventura, iniciada com o empolgante romance O Arqueiro.

Após sobreviver a Batalha de Crécy, Thomas de Hookton, o valente arqueiro inglês, é enviado pelo Rei numa missão na qual teria de descobrir mais sobre o legado de seu pai, que parece ligado ao Graal. 



O Herege (Volume 3)

Publicado originalmente na Inglaterra sob o título Heretic.
No terceiro romance da trilogia A Busca do Graal.
Thomas de Hookton, o valente arqueiro inglês, viaja à frente de alguns homens até o interior da França. Lá, toma uma fortificação inimiga que usa como base para suas expedições a Astarac, terra de seus ancestrais, a família Vexille, que teria sido guardiã do Graal. Pretende, com essa arriscada expedição, atrair a atenção de seu primo e inimigo, Guy Vexille, conhecido como Arlequin e que também busca o Cálice Sagrado.
Mas jogos políticos e uma bela jovem acusada de feitiçaria podem atrapalhar os planos de Thomas, e fazer com que a maior relíquia da cristandade caia nas mãos de homens inescrupulosos que ambicionam apenas o poder e a fortuna que um objeto tão venerável lhes proporcionaria.

Mas Thomas acaba envolvido na luta contra um exército invasor e, nas fileiras inimigas, descobre que há outros na trilha do objeto sagrado. Homens que não se deterão diante de obstáculo algum. Porém Thomas tem uma grande e secreta vantagem - um diário escrito em latim, hebraico e grego, deixado por seu pai, com informações sobre o paradeiro da peça.


***





The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore





Inspirado, pelo furacão Katrina, Buster Keaton, O Mágico de Oz, e um amor pelos livros, "Morris Lessmore" é uma história de pessoas que dedicam suas vidas aos livros e livros que devolvem o favor. Morris Lessmore é uma alegoria, pungente humorístico sobre os poderes curativos da história.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...