A CULPA É DAS ESTRELAS

" VIVENDO O MELHOR DA NOSSA VIDA HOJE"
"ALGUNS INFINITOS SÃO MAIORES QUE OUTROS"



Tradutor: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca
Ano de Lançamento: 2012
Número de páginas: 286

Sinopse
Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas. 

***

Encantador, simplesmente encantador. A Culpa é das Estrelas nos faz rir e chorar ao mesmo tempo. Um livro onde uma boa parte dos personagens tem câncer dá impressão de ser um livro triste, mas não é, John Green escreve momentos que realmente acontece com pessoas que tem câncer, não cria milagres para agradar o leitor, mas cria situações maravilhosas, um romance meio fora dos padrões, não existe planos para o futuro, não há expectativas, a única coisa que existe é o hoje. Além de uma boa dose de humor negro.

É visível como todos os personagens querem aproveitar ao máximo os últimos momentos de vida que têm uns com os outros. Mas não existe tempo que seja suficiente, o que existi é a espera de que a qualquer minuto um deles poderá sucumbir à doença, o momento em que se diz:  “chegou a hora”.


“– Eu sou tipo. Tipo. Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas, tá?”



 A história é narrada por Hazel Grace uma garota de 16 anos, inteligente, carismática e dona de um humor bastante negro, ela mostra como é viver  permanentemente presa a um cilindro de oxigênio, pois seus pulmões não funcionam como deveriam. Para ela não existe esperanças, apenas duas certezas: logo irá morrer e deixará muitas pessoas tristes quando isso acontecer. Aos 13 foi diagnosticada com câncer, e não havia nada que pudesse ser feito, era uma paciente terminal. Mas um remédio conseguiu estender um pouco mais os seus dias. Em um encontro de apoio para sobreviventes do câncer ela conhece Augustus Waters, um garoto de 17 anos muito bonito, ele teve osteossarcoma nos ossos há mais de um ano e acabou por perde uma perna para a doença, assim como Hazel é bem-humorado em relação ao câncer que teve, sua maior vontade é deixar seu nome marcado na história. Não podemos esquecer de Isaac, se não fosse por ele Hazel e Augustus nunca teriam se conhecido,  um adolescente com os hormônios a flor da pele e com um  o câncer de  nos olhos, além de ser melhor amigo de Augustus.

Não posso deixar de citar uma trecho da resenha que li no blog Mundo literário.
"Essa três "pessoinhas” formam um universo singular, tratam de sua doença com ironia, sarcasmo e escárnio em bom humor negro! Não são deprimentes, não fazem dramas e sabem utilizar seus "privilégios" que o câncer lhes concedera. No entanto é nas entrelinhas que sentimos a dor, frustração, sofrimentos deles , o que me levou de um riso a lágrimas impossíveis de conter. A Hazel me lembra Anne Frank na forma de descrever seus sentimentos e situações.”













4 comentários

  1. Jéss no meu caso a culpa é do Lucas um amigo que me deu pra ler e não das estrelas, claro que o culpado maior é do Green rs
    Sabe uma coisa que ñ paro de pensar? É na solidão que a Hanzel está vivendo agora, tudo se resolveu, seu que seus pais ñ aguentasse sua morte, acho que agora sim ela vai precisar de terapia, acho que vou atrás do autor pra saber o que aconteceu? Só espero que ele ñ tenha câncer na alma , como o do livro, ñ consegui sentir pena dele!
    Linda a sua resenha , eu achei tão díficil resenhar, por que ele é muito rico em sentimentos , não dá pra ler só pra entreter, né? Bjs e obrigada por mencionar o ML.:)

    ResponderExcluir
  2. * sem a preocupação de que seus pais , não aguentasse sua morte

    ResponderExcluir
  3. Não foi tão fácil assim queria escrever muitas coisas mas acabaria com o livro srrsrs Eu tive que parar p pensar nesse livro nas relações, nos sentimentos e no tempo que todos nós temos com as pessoas que amamos, não acho que ela esteja se sentindo só, acho que ela está mais tranquila, com um peso a menos p carregar. Eu iria gostar de saber o que aconteceu srsr

    ResponderExcluir
  4. É lindo de verdade, eu li em 4 dias e isso significa que eu realmente gostei deste livro.Eu li e estou com um gostinho de quero, mais..

    Parabéns pela resenha!

    Beijokas!

    ResponderExcluir

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...