CENTENÁRIO RUBEM BRAGA



"Sempre tenho confiança de que não serei maltratado na porta do céu, e mesmo que São Pedro tenha ordem para não me deixar entrar, ele ficará indeciso quando eu lhe disser em voz baixa: "Eu sou lá de Cachoeiro..."








Creio que não é novidade para os leitores do blog a paixão que tenho pelos textos de Rubem Braga, na guia Poemas/ Crônicas é possível encontrar alguns textos de sua autoria.

Capixaba de Cachoeiro de Itapemirim nascido em 12 de janeiro de 1913, filho de Raquel Coelho Braga e Francisco Carvalho Braga, proprietário do jornal "Correio do Sul". É considerado por muitos o maior cronista brasileiro desde Machado de Assis.
Seu primeiro texto é publicado no jornal O Itapemirim do Grêmio Domingos Martins, do Colégio Pedro Palácios, onde estudava. Ainda estudante, iniciou-se no jornalismo fazendo uma crônica diária no jornal "Diário da Tarde". Como repórter, trabalhou na cobertura da Revolução Constitucionalista de 1932 para os "Diários Associados".

Formado em direito, continuou com o jornalismo, escrevendo crônicas para "O Jornal". Mudou-se para Recife (PE) e passou a escrever para o "Diário de Pernambuco". Fundou, no Rio, o jornal "Folha do Povo", tomando partido da ANL (Aliança Nacional Libertadora). 

Em 1936, lançou seu primeiro livro de crônicas, "O Conde e o Passarinho". Em 1938, fundou, junto com Samuel Wainer e Azevedo Amaral, a revista "Diretrizes".

Foi correspondente de guerra na Europa durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) pelo "Diário Carioca", tendo tomado parte da campanha da FEB (Força Expedicionária Brasileira) na Itália, em 1945. No período de 1961 a 1963, Rubem Braga foi embaixador do Brasil no Marrocos, na África. Em 1960, publicou "Ai de Ti Copacabana". A este seguiram-se "A Traição das Elegantes" (1967), "Recado de Primavera" (1984) e "As Boas Coisas da Vida"(1988), entre outros tantos livros. 


   


Rubem Braga morreu no Rio, em 19 de dezembro de 1990, deixando mais de 15 mil crônicas escritas em mais de 62 anos de jornalismo. 

O que me fez gostar das crônicas de R. Braga? A simplicidade e a leveza de sua escrita, a capacidade de nós levar de volta a momentos únicos que muitas vezes esquecemos, ele ainda tem o poder de transformar cenas cotidianas em uma verdadeira obra de arte. Meu primeiro contado com os livros de Braga foi no estágio que fiz na Biblioteca Estadual do Espírito Santo, o processo de catalogação dos livros era dois passos para trás e um para frente, pois sempre parava para ler seus textos e assim me apaixonei pelo cachoeirense carrancudo. 

"Homem de hábitos simples, Rubem Braga gostava de permanecer quieto com suas plantas e passarinhos no jardim ou na varanda de sua cobertura, onde também recebia os amigos para longas prosas.
Rubem Braga era um homem de muitas facetas e múltiplos interesses: além de escritor e cronista, foi diplomata, jornalista, repórter viajante, editor, amante das artes e amigo dos artistas
Rubem Braga viveu intensamente por 77 anos. Cultivou plantas e amigos, amou as mulheres e os passarinhos, publicou escritos seus e de outros, viajou por toda parte e relatou amorosamente tudo o que viu e viveu, deixando milhares de textos escritos." 
No Palácio Anchieta está acontecendo uma exposição em comemoração ao Centenário Rubem Braga, tive o prazer de visitar e tirar algumas "fotenhas" :D






Vista da cobertura em Ipanema - RJ








6 comentários

  1. Alem de relembrar os textos lidos na infância, o melhor de tudo foi a sala com canto dos pássaros.

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou muito fã, mas não porque eu não goste e sim porque eu não parei para ler nada do autor ainda, o que é uma vergonha para mim, eu sei. Mas gostei de saber mais sobre ele. =D

    Beijos, Lari.❤
    Vitamina de Pimenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então corre Larissa srsrrs
      Acho que vai gostar.

      Excluir
  3. Nossa Jess que bacana! Quando tiver aqui de novo uma exposição dele no museu da língua não vou perder, também sou muito fã!
    Bjs

    ResponderExcluir

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...