SANGUE QUENTE
x
MEU NAMORADO É UM ZUMBI



Oi pessoal! (Olha eu aqui de novo! Hehe)
Para a minha primeira resenha no blog, eu trouxe um filme que foi pouco divulgado na mídia, mas é a adaptação de um grande livro que (infelizmente) pouca gente conhece: 
 “Meu Namorado é um Zumbi” (Warm Bodies).


O filme é de 2013, e é adaptação do livro “Sangue Quente”, que conta a história de R: um zumbi filósofo que se apaixona por uma humana, Julie. (Antes de vocês começarem a me xingar, deixa que eu já explico essa loucura toda) R é diferente. Diferente dos zumbis normais que só pensam em cérebros. R gostaria que seus amigos pudessem se comunicar com ele, que ele pudesse se lembrar de quem foi e gostaria de ter um futuro diferente do que vagar por ai fazendo sons esquisitos. Resumindo R entra em uma crise existencial! Julie ao contrário de todas as nossas noções de mocinha ingênua, é uma rebelde humana, filha do general que controla a base francesa de resistência humana contra os zumbis, e não esta disposta a obedecer ordens de quem quer que seja. Apresentado os personagens vamos à história de fato, onde começam as coincidências e conseguimos ver a nova recontagem do famoso romance de Shakespeare: Em um mundo pós apocalíptico as coisas ainda estão um pouco confusas, por isso os adolescentes ainda sentem falta de poder sair para curtir a cidade e andar livres. Em uma missão para pegar mantimentos Julie e seus amigos são encurralados pelo bando de R, mas imediatamente após comer o cérebro do namorado dela, R se apaixona e a salva do ataque. 


O que ninguém esperava (inclusive a própria Julie), é que ela também acabaria se apaixonando por R, e esse amor gera uma série de mudanças no nosso “zumbi queridinho”. Mas as mudanças de R, assim como a infecção morta-viva, acaba se espalhando entre os outros que começam a voltar a sentir sensações humanas. Enquanto os zumbis começam a perceber a cura, Julie e R tentam parar a guerra entre suas espécies, mas não imaginavam que até os piores inimigos podem virar amigos quando têm um objetivo em comum!

Falando um pouco sobre a adaptação, esta na cara que o filme foi feito para ser uma zoeira com Crepúsculo:
Mas não se preocupem fãs, a zoeira para por ai! Rsrs De resto não tenho realmente nada a reclamar, pois o filme foi inteiramente fiel ao livro (tirando o final) e teve um ótimo elenco, embora em um geral ele seja bem trash. As filmagens, efeitos e tudo o mais remetem ao estilo, mas trazem um ar cômico e romântico ao enredo, deixando-o leve aos olhos de nós espectadores. 

Na escala de Adaptação ganhou: ****
Só não levou 5, por conta da trilha sonora que deixou um pouco à desejar, faltando a música “Lonely Boy” do The Black Keyes, que aparece no trailer. 

Bom leitores e cinéfilos, acho que é isso! Espero vocês na semana que vem ;)
Raíssa

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...