[LANÇAMENTOS ABRIL] Grupo Editorial Pensamento

Oi corações!
O post de hoje traz os novos lançamentos do Grupo Editorial Pensamento, é claro que já coloquei vários na minha listinha de desejados. Já temos resenha do livro Lobo Mau, da editora Jangada e logo teremos resenha do livro Starling :)
Não deixem de acompanhar as novidades!




Título: TORRE PARTIDA - LIVRO 2 // Autor(es): J. Barton Mitchell // 
Assunto: Ficção - Ação e Suspense
Idioma: Português  // Número de Páginas: 472 // Jangada


Neste segundo volume da Saga da Terra Conquistada, Mira, Holt, Zoey e Max embarcam numa jornada épica em busca da Torre Partida - um marco famoso e sombrio no meio do cenário mais perigoso do mundo: as Terras Estranhas. Os poderes de Zoey despertam, mas quem ela é continua sendo um mistério. Tudo o que ela sabe é que precisa chegar à Torre Partida. Os alienígenas, chamados pelos sobreviventes de Confederados, perseguem Zoey, e entre eles um novo grupo cujas intenções parecem diferir das dos demais. Para tornar tudo pior, o Bando -  grupo que persegue Holt - também está nas Terras Estranhas, liderado por uma bela e ameaçadora pirata chamada Ravan. Assim como o primeiro amor de Mira, Benjamin Aubertine, cuja ambição desmedida para chegar à misteriosa Torre pode levar todos à morte. E há também as próprias Terras Estranhas, que inexplicavelmente começam a se expandir, tornando-se ainda mais poderosas e mortais. De alguma forma, tudo parece ligado à Zoey, e quanto mais perto da Torre mais enfraquecida ela parece ficar.





Título: CIDADE DA MEIA-NOITE - LIVRO 1 // Autor(es): J. Barton Mitchell // 
Número de Páginas: 448 

A Terra é conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desaparece de vista, sucumbida pela Estática - um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, que reduz as pessoas a um estado de total servidão. Mas existe um grupo imune aos seus efeitos: as crianças e os adolescentes. Enquanto isso, Holt Hawkins, um caçador de recompensas, tem como alvo Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros com a cabeça a prêmio. Não demora muito para Holt capturar sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo com que ele contasse. A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revela uma surpresa - a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exército alienígena está à procura de Zoey. O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?




Título: SÓ O AMOR PODE CURAR // Autor(es): Clara Benicio // 
Assunto: Ficção - Fantástica e Romance //
Idioma: Português // Número de Páginas: 496 // Jangada

Bia é uma professora de literatura, que estende seu amor pelos livros ao trabalho voluntário que faz no hospital onde o irmão é médico, lendo trechos de obras literárias clássicas para os pacientes. Casada com Rodrigo, ela leva uma vida tranquila, ainda que afetivamente incompleta. Após um grave acidente na serra de Petrópolis, Bia adquire o dom de enxergar a aura das pessoas. De uma forma inesperada, ela conhece Léo, um jovem estudante com uma aura brilhante e o mesmo gosto por livros antigos, que faz seu coração bater mais forte e ambos sentem como se já se conhecessem há séculos. A relação de amizade entre eles acaba se tornando um amor arrebatador. Impedidos de viver esse amor, Bia e Léo vão ter que enfrentar muitos dilemas até que o destino lhes dá duas opções: cada um seguir o seu caminho ou atender ao apelo da alma e do desejo e viver plenamente esse grande amor.





Título: DIVINDADE DOS CÃES // Autor(es): Jennifer Skiff  // 
Assunto: Espiritualidade - Diversos // 
Idioma: Português // Número de Páginas: 328 // Cultrix

Mais de setenta histórias reais, inspiradoras e comoventes, mostram o amor, a tolerância, o conforto, a compaixão, a lealdade e a alegria que os cães podem nos proporcionar. A autora traz também suas experiências pessoais, mostrando como os cães lhe deram forças quando ela sofreu maus tratos na infância, enfrentou um divórcio e recebeu um diagnóstico de câncer. Quer você acredite que os cães são anjos de quatro patas ou que são um presente de Deus, este livro mostra o que você já sabe: os cães nos curam, nos ensinam e nos protegem.




OUTROS LANÇAMENTOS


Siga a editora nas redes sociais

\\ SITE \\ FANPAGE \\
 TWITTER \\ INSTAGRAM \\ YOUTUBE \\





Cartas de Zi: literatura desconfortável, porém indispensável


Por Jana Lauxen.

Pessoalmente, eu só acredito em uma literatura capaz de tirar o leitor do lugar onde ele confortavelmente está. Um livro conveniente, onde você só lê o que lhe interessa, e que apenas reforça e alimenta suas próprias crenças e convicções – geralmente já engessadas – tira da literatura sua principal força: o poder de incomodar.
Dito isto, posso afirmar sem medo de errar que a obra Cartas de Zi (Editora Multifoco, 2014, R$35), da escritora paulista Denise Sintani, fez por mim o que eu espero que os livros façam: tirou o meu sossego. Arrancou-me da posição tranquila e segura onde eu alegremente me encontrava. Esbofeteou a minha cara. Judiou de mim. E eu adorei.
Não que eu seja uma leitora masoquista; longe disso. Mas a força da literatura reside justamente em sua capacidade de nos colocar a pensar sobre o que não gostaríamos de pensar. Em nos obrigar a olhar nos olhos daquela pessoa estranha e familiar refletida no espelho – e quando olhamos para ela, sabemos: ela também olha para nós.
Cartas de Zi é um livro de contos aparentemente independentes, mas interligados pelas cartas que Zi escreve ao seu amante casado. Através da percepção dos diferentes personagens envolvidos nesta relação clandestina – o amante, seu filho mais velho, a sogra, a esposa e, claro, a própria Zi – a obra levanta questões que permeiam e perturbam o que chamamos de sociedade contemporânea: nossa hipocrisia, nossas aflições, nossos medos, nossa mediocridade e superficialidade.
No entanto, apesar de colocar seu dedo nas feridas alheias, Zi também possui suas próprias feridas – e não tenta escondê-las e nem disfarçá-las; ao contrário. Ela também expõe suas incoerências e inseguranças, dispensando a elas a mesma aura sarcástica e debochada que usa para exibir e analisar os conflitos pessoais de todos que estão em sua volta.
Zi chafurda em lugares nos quais evitamos sequer olhar, e evidencia o que tentamos esconder. Através de uma personalidade desobediente e politicamente incorreta, Zi provoca não somente os que a rodeiam; mas também os leitores que, por acaso, caírem nas malhas de suas divagações provocantes e absolutamente sedutoras.

[FILME] Velozes e Furiosos 7



Para Paul,

UFA! Depois de enfrentar filas gigantescas e semanas de espera, finalmente consegui ver esse filme! Vocês, caros leitores devem estar pensando: mas essa não é uma adaptação. Não! Mas a franquia esta na minha lista de filmes favoritos e por mais que eu esteja atrasada com as outras resenhas (50 tons, Insurgente, etc), eu não podia deixar de vir prestar essa homenagem ao ator que marcou minha adolescência.



Por mais que a franquia tenha um nome ridículo (quem estava furioso nos filmes?!), durante 14 anos acompanhamos a trajetória de Brian e Toretto. Fazendo um resumo geral dos últimos 6 filmes: Brian é um policial que trabalha infiltrado nas corridas ilegais de Los Angeles, ele tem a missão de prender o principal suspeito de roubo à caminhões de carga: Dominique Toretto. Após muitas corridas iradas e ação sem explicação, ele se apaixona pela irmã de Dom: Mia, e começa à se envolver nos negócios da família. Depois de perceberem que fazem uma boa dupla correndo clandestinamente, eles acabam se metendo em novas confusões ao redor do mundo, junto com uma equipe de amigos e comparsas, eles levam a vida roubando e correndo.

Depois de 9 anos e 3 filmes, finalmente temos a chance de entender o que realmente aconteceu com Hans em Tóquio (filme 3) quando seu cruel assassino apareceu. Interpretado pro Jason Statham (Adrenalina), Ian Shaw tinha tudo para ser Lee Christmas, da franquia de Os Mercenários (já pensou que doido seria um cross entre eles?), mas na verdade ele é irmão mais velho de Owen Shaw, o vilão do 2 filme (que se passa em Londres). Iniciando uma perseguição sem limites à Toretto e sua família, eles devem se unir para encontra-lo primeiro.















Contando com a ajuda de Hobbs (The Rock), o principal policial das forças especiais, Toretto tem de ir em busca da única arma que pode encontrar Shaw: o olho de Deus. Em uma jornada recheada de paisagens paradisíacas em Abu Dhabi, eles devem enfrentar o maior traficante de armas da região e claro, dirigir carros incríveis.

Assim como os outros filmes da franquia, vemos um apelo muito grande à união da família e o caráter do Dom. Atenção especial para as cenas de ação envolvidas no resgate de Ramsés e depois no sequestro do carro mais caro do mundo.
















Séries baseadas em HQs

E aê pessoal, feliz 2015!!! Estava um pouco afastado, mas resolvi iniciar os trabalhos de 2015 com uma lista de séries de adaptações. Sei que o foco do blog são livros, mas as histórias em quadrinhos (HQs) também fazem parte da construção de um bom leitor e da viagem imaginária que só a leitura pode nos proporcionar. Diante disso separei algumas séries que tem como ponto de partida, histórias em quadrinhos. Aproveitem e para aqueles que se interessarem busquem as HQs para ler.



    The Walking Dead
Nem todos sabem, mas o fenômeno The Walking Dead é baseada numa HQ de Robert Kirkman. A HQ já possui mais de 100 edições e está bem a frente da série. Contudo, aqueles que gostam de ser surpreendidos podem ficar tranquilos, a série adaptada possui algumas grandes diferenças com relação à HQ, seja na inclusão ou exclusão de fatos e personagens, seja na sequencia dos acontecimentos, o que torna a experiência de ler os quadrinhos e assistir a série ainda mais interessante. Para quem não conhece, The Walking Dead é uma série que conta sobre a vida de algumas pessoas que tentam sobreviver em meio a um apocalipse zumbi e ao contrário do que possa parecer, o foco da série não são os comedores de cérebro e sim os dramas pessoais de seus personagens humanos, lógico que dosado com algumas sequencias de terror e suspense. A história tem como personagem principal Rick Grimes (Andrew Lincoln), um policial que desperta após um coma e descobre que o mundo está em pleno caos e dominado por zumbis (ou errantes, mordedores e outras denominações que eles usam na série). A série está em sua quinta temporada e aqui no Brasil é transmitida pela FOX e pela Band.

OBS: O sucesso da série rendeu até o momento três livros com histórias paralelas à HQ.


















The Strain
The Strain foi uma grata surpresa de 2014. A série também é uma adaptação, dessa vez de um livro, que posteriormente virou HQ e por fim ganhou as telinhas. A HQ e o livro são de autoria de Guillermo del Toro, assim como a série. Nela, um avião aterrissa no Aeroporto com as luzes apagadas e portas travadas. Aparentemente, todos no avião estão mortos, fruto de algum vírus ou doença fatal. Mas, depois que o Dr. Ephraim Goodweather (Corey Stoll) e sua equipe investigam o avião descobre-se que há quatro sobreviventes, mas há algo de estranho com eles. Quando os mortos começam a voltar para seus entes queridos para infectá-los com algum tipo de verme, o Dr. Ephraim e mais alguns outros personagens se reúnem para combater um mal antigo: a lenda do Strigoi (uma forma de vampiro da cultura Romena) que ameaça toda a humanidade. A série é bem dinâmica e com excelentes efeitos. A HQ também é bem interessante, vale a pena conferir ambos os materiais, entretanto, diferente de The Walking Dead, a série é bem fiel à HQ então, para evitar spoilers, é recomendado que veja a série primeiro.

OBS: Não deixem de conferir a trilogia literária.

















SEMANA PECAMINOSA: último dia #5

SEXTA-FEIRA \o/\o/
Chegamos ao final da Semana Pecaminosa, Gisele Souza.
Amei fazer parte desse projeto de divulgação lançado pela autora, todos os dias foram ótimo e cheios de novidade, mas este último... eu simplesmente amei. Vamos conferir!?




Como foi escrever Pecaminoso

Escrever esse livro foi como me libertar. Acho que todo autor passa por um bloqueio autoimposto que impede que se deixe fluir, isso aconteceu comigo no início da carreira. Tinha medo de escrever certas coisas, medo da reação dos leitores ao ler, mas Pecaminoso me libertou. Isabella e Blake fizeram parte disso, eles foram essenciais para meu amadurecimento na escrita. Eu escrevo sem medo de ser feliz, simplesmente deixo fluir. Mesmo que ainda tenha medo, sempre terei, e que muitos bloqueios criativos aconteçam, eu não prendo mais minha criatividade.

Criar Isabella foi maravilhoso, aprendi muito com ela através do seu desejo de liberdade, sensualidade. Contudo, mesmo sendo uma garota comum, quando se ama a si mesmo você pode ser quem você quiser.

No começo, Blake me irritou profundamente, mas no decorrer da história me apaixonei perdidamente pelo carrasco safado, como diz a Isa. Ele é um personagem intenso, arrebatador e inesquecível. Claro que sou suspeita pra falar, amo todos os personagens que crio, menos os vilões. (risos)




Blake e Isa no Divã

Estava sentada com minha cadeira virada e o com o notebook ligado atrás de mim, com o cursor piscando, porque eu tinha trabalho a fazer. Porém, para testar minha paciência, esses dois tinham que me dar trabalho. Bem, eu os amava com todo meu coração, não era trabalho exatamente lidar com eles. Mas essas brigas eram tão constantes e, no final, eu sabia como terminaria.

— Tudo bem, podem dizer o que os trouxeram aqui. Tenho que trabalhar...

Isa revirou os olhos e olhou as unhas recém-pintadas. Blake estava com o tornozelo apoiado no joelho e me olhava atenciosamente, ele estava lindo para variar, né? Aquele terno bem cortado o deixava ainda mais bonito do que eu poderia imaginar. Naquele momento, eu entendia a incapacidade de Isabella em resistir ao carrasco.

— Bom, não foi minha escolha estar aqui. Tinha um compromisso inadiável e esse aí — Apontou para Blake, que bufou irritado. — me trouxe aqui!

Blake olhou para Isa com a sobrancelha arqueada.

SEMANA PECAMINOSA - Gisele Souza #4

Oiiiii
Hoje é o quarto dia da Semana Pecaminosa.
Já conhecemos a trilha sonora que embala o livro (clique aqui), a autora (clique aqui), os personagens (clique aqui) ... E agora é hora de degustar o primeiro capítulo.




Quando Isabella Leal foi trabalhar em uma empresa de processamento de dados como estagiária, não imaginou que, ao ser efetivada, passaria por uma situação tão inusitada... E deliciosa!

Ela se deparou com um vício: Blake Miller. Além de ser lindo e ardente, o jovem CEO da empresa era irritantemente arrogante.


Após um encontro arrebatador, Isabella percebe que se tornou um erro.


Mas ela não vai deixar isso barato! Blake vai descobrir o que uma mulher determinada e com o sabor do pecado é capaz de fazer.




CAPÍTULO 1


BOOK TRAILER








DIVULGAÇÃO - GRUPO UNIÃO DOS AUTORES #5

Oiii
Nossos queridos autores nacionais mandaram mais recadinhos. 
Vamos conferir!?
















 

SEMANA PECAMINOSA: Entrevista com Blake e Isa (perguntas de leitores) #3


Perguntas enviadas pela leitora Carla Fernanda:
Gisele, quando você idealizou Pecaminoso, como seria inicialmente os protagonistas? Me fale um pouquinho mais sobre Isa e Blake.
Bem, inicialmente Pecaminoso foi apenas um conto. Quando terminei minha aula de escrita, a professora me aconselhou a escrever contos e postar gratuitamente para que as pessoas conhecessem minha escrita. Na época eu tinha terminado “Inspiração”, meu primeiro livro publicado em formato digital, e ele estava em fase de revisão. Então, escrevi o conto por uma ideia que tive. Como gosto muito de histórias que envolvem CEO, tive essa ideia de um encontro quente em um escritório. A reação dos leitores foi impressionante, praticamente todos que leram o conto pediam continuação da história do casal, mas eu não queria, acho que pela quantidade de livros com esse tema fiquei receosa. Então, continuei em um projeto que estava, que era o segudo livro da série o “Impulso”. O conto continuou fazendo sucesso e os pedidos não paravam. Então, decidi continuar a história e postar no Wattpad, onde ele foi tão solicitado. Só que eu queria fazer algo diferente, não queria uma mocinha inocente e nem um cara totalmente arrogante. Tive muita ajuda dos leitores, os comentários e pontos de vistas deles me impulsionaram e animaram. Pecaminoso fluiu tão naturalmente, foi delicioso escrever. Mas eu acredito que tudo tem seu tempo certo, se eu tivesse continuado a história na época que fiz o conto não teria sido do mesmo jeito. Pecaminoso surgiu no tempo certo!
Bom, Blake é um chefe sério, competente em seu trabalho, mas não gosta de se envolver sentimentamelmente com ninguém. Algumas perdas na vida o fizeram ficar receoso, preferia apenas contato carnal com suas mulheres. A quem ele escolhia a dedo, ou as caçava, como ele gosta de mencionar. Ele é meu mocinho safado, carrasco e apaixonante.
Isabella é extrovertida, boca dura, não leva desaforo para casa e não tem dramas para resolver na vida. Apenas decididu que se apaixonar não serve pra ela, não abre mão de controlar seus sentimentos e é extremamente liberal com seus desejos. A menina é demais, amei cada parte que descobri da personagem.

Isa e Blake, qual foi a primeira impressão de verdade que tiveram acerca um do outro? 
Blake:
Eu não sou um cara de meias palavras, meios termos, metades. Nada disso! E quando eu vi aquela mulher entrando em meu escritório sabia com certeza que teria que tê-la por inteiro. Cada pedacinho do seu corpo e muito mais. Necessitava de mais! E peguei. Eu tenho o que desejo e ponto final! Minha primeira impressão de Isabella Leal foi que ela era um problema.
Isabella:
Hum, delicioso! O homem transpirava sensualidade por cada poro, aquela cara de homem mal, deliciosamente vestido em um terno bem cortado, lábios carnudos e arrogância pura. Essa foi minha impressão do chefe carrasco e não me enganei. Mas sabia que seria como uma droga, se experimentasse a primeira vez estaria perdida, porque ele era um droga viciante, um predador à caça de sua presa. E sim, eu amo ser a presa dele!



SEMANA PECAMINOSA - Gisele Souza #2
















BIOGRAFIA:
Gisele Souza nasceu em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, em 01 de maio de 1987. Leitora compulsiva, apaixonada por livros, filmes e séries. Começou a se aventurar no mundo da escrita em 2013 e assim encontrou sua verdadeira vocação. "Inspiração" é seu primeiro romance publicado. Considera-se uma pessoa simples com uma vida descomplicada, casada e mãe de um menino lindo de cinco anos.


Um pouquinho sobre mim:

Não gosto muito de me definir, mas podemos começar dizendo que sou uma pessoa simples. Tenho 27 anos, sou natural de Volta Redonda, Rio de Janeiro. Casada há seis anos, tenho um filho pequeno que é o amor da minha vida. Sou apaixonada por livros desde que me entendo por gente. 

Minha vida não foi muito tumultuada ou cheia de aventuras. Terminei o ensino médio em 2005 e não me interessei por nenhuma área para cursar faculdade. Casei-me com 20 anos e tive meu filho com 21. Eu descobri de repente minha carreira como escritora. E investi tudo nela. Encontrei minha vocação! Inspiração é meu primeiro livro publicado em formato digital.

Tenho gostos simples e básicos. Adoro ler livros de todos os gêneros. Não sou de sair, prefiro ficar em casa assistindo um bom filme com meus meninos. Amo músicas de Rock, Pop a Românticas. Adoro cinema. O que espero do futuro é ser feliz e manter essa carreira que tanto amo.



Links de venda do Pecaminoso:






Entrevista: (Perguntas elaboradas por Débora Favoreto)


Como surgiu o desejo de lançar um livro?

Caramba, difícil isso! (risos) Eu nunca fui uma pessoa de grandes sonhos, desejos “impossíveis”, mas tudo que eu me disponho a fazer vou até o fim, procuro realizar o melhor e, a partir do momento que eu decidi escrever, eu quis lançar meu livro. Queria que as pessoas conhecessem a história que criei e graças a Deus deu tudo certo. Tive o apoio do meu marido, que mesmo não sendo muito ligado à literatura, ele esteve e está ao meu lado a cada passo que dou. E isso é muito motivador.


Como se sente com a receptividade das pessoas que leram Pecaminoso?

Nossa, confesso que tive, tenho e vou ter muito medo das reações. Pecaminoso é um livro erótico, mesmo tendo romance e humor, ele tem partes bem quentes que pode não agradar muitas pessoas. E eu tenho, ainda, muita dificuldade com isso. Mesmo sabendo que nunca conseguirei agradar todo mundo, busco isso e algumas vezes me decepciono. E muitas vezes me surpreendo. Caramba, quando “testei” o livro no Wattpad e as pessoas elogiavam, pediam por mais eu ficava em êxtase, era surreal. Aquilo me motivava, dava uma inspiração tremenda de continuar. E agora, com o livro publicado pela Editora Charme, já tive leitores que leram, gostaram e me procuraram dizendo que amaram, se apaixonaram... É uma sensação indescritível, um sentimento de dever cumprido, de um trabalho bem feito. É muito bom!



SEMANA PECAMINOSA - Gisele Souza #1

Oi galera, tudo bem?
Esta semana será pecaminosa rs. 
Do dia 13 ao 17 iremos divulgar muitas novidades sobre o livro Pecaminoso, da nossa querida parceira Gisele Souza. Vamos conferir um pouquinho sobre ele!?



Sinopse

Quando Isabella Leal foi trabalhar em uma empresa de processamento de dados como estagiária, não imaginou que, ao ser efetivada, passaria por uma situação tão inusitada... E deliciosa!

Ela se deparou com um vício: Blake Miller. Além de ser lindo e ardente, o jovem CEO da empresa era irritantemente arrogante.

Após um encontro arrebatador, Isabella percebe que se tornou um erro.

Mas ela não vai deixar isso barato! Blake vai descobrir o que uma mulher determinada e com o sabor do pecado é capaz de fazer.


Playlist - Clique para ouvir

"Eu me inspiro em músicas, muitas vezes tenho a impressão de que certa música foi feita para certo personagem. Com Pecaminoso eu escrevi muitos capítulos repetindo a mesma música. É muito gostoso! A playlist do livro é bem diversificada. Em geral são músicas internacionais, admito que tenho uma quedona por pop rock estrangeiro, mas também amo MPB. Prova disso é a playlist de Inspiração, porém, nesse livro, os personagens pediam essas músicas. Vou descrever o que cada música significou na escrita do livro." Gisele Souza



Rude Boy – Rihanna
Pra quem não sabe, Pecaminoso primeiramente foi um conto que é basicamente o primeiro capítulo, só que mais curto e finalizado. Quando decidi escrever o livro, alonguei o capítulo e adicionei algumas coisinhas, principalmente o final do capítulo um (risos eternos). E assim que abri o arquivo e dei de cara com a perspectiva de deixar Blake fluir tinha que ser essa música a primeira da playlist. E sendo o ponto de vista da Isabella adicionou mais gás à situação. Ela fala da atração do garoto rude, para que ele vá pegá-la... Rá, amo isso! A música é perfeita para a cena.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...