[RESENHA] O Telephone




Histórias paralelas se desenrolam simultaneamente, mas em tempos diferentes. Como isso é possível? São os mistérios da tecnologia. Ou seriam da antiguidade? Quando Vitor Hugo recebe de seus pais um presente inusitado, um telefone preto, bem antigo, com pê agá, mesmo, telephone, coisas estranhas começam a acontecer. Ligações misteriosas são recebidas e o garoto descobrirá detalhes de um passado inimaginável e que trouxe reflexos inclusive para o seu presente.


Autor: Luís Dill // Ano: Ano: 2014 // Páginas: 96 // 
Idioma: português // Editora: Gaivota // 

Classificação



Vitor Hugo, 16 anos, namorado de Amanayara, um adolescente comum que recebe de seus pais um telefone preto e bem antigo, claro que ter essa relíquia em seu quarto não era seu sonho. O que ele não esperava era receber ligações de um número com 4 dígitos, será que ele está sendo vítima de um trote? As ligações continuam acontecendo e Vitor Hugo resolver ver no que isso vai dar. Pelo menos sabemos que o velho aparelho ainda funciona e que seu toque é estridente e audível.



Quando comecei a leitura desse livro logo estranhei e adorei sua estrutura, narrado em terceira pessoa e outras vezes narrado em primeira pelo personagem principal Vitor Hugo, acompanhamos o que acontece em vários momentos - hoje, em 1961, antes de ontem e algum momento no passado recente. Sim, o livro possui essa diferença que é bem divertida, mistura flashbacks, flash foem rwards com o presente.

 

O texto em si também tem um formato diferente que deu um charme na leitura, a escrita do Luis Dill é cativante, ele nos envolve com uma narrativa que margeia entre o mistério e o cômico. Um livro de leitura rápida que não nos deixa desgrudar os olhos, confesso que adorei o final e a forma como tudo se conectou.


Apesar de ser um livro curto, é perceptível a construção dos personagens, Vitor Hugo começa como um adolescente sem muitas perspectivas mas ao longo da história ele cresce e amadurece bastante, o relacionamento com sua namorada e um dos pontos que mais gostei, mesmo que rapidamente o autor consegue mostrar os altos e baixos de um relacionamento, as briguinhas, as dúvidas e até mesmo a confiança que precisa ter.



O Telephone foi uma grata surpresa que me proporcionou uma leitura maravilhosa, só gostaria que o relacionamento com a família de Vitor Hugo fosse mais explorada, o que daria mais página e mais tempo na companhia desse livro. Capa linda, diagramação super caprichada e inovadora, e o texto em letras azuis não cansam a leitura. Recomendo o livro e já fiquei curiosa em relação aos outros livros do autor. Agradeço ao blog Drafts da Nica por participar desse Book Tour... Obrigada Anna!!!

Até a próxima gente ;)


6 comentários

  1. Ola Jess lindona dessa vez a premissa do livro não me prendeu atenção, gostei dos pontos positivos que ressaltou em sua resenha. Mas dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?

    Achei bem legal que o autor tenha misturado passado e presente, um baita ideia. Fiquei interessada em ler, especialmente porque você disse que a estrutura é diferente. Gostei muito da resenha, conseguiu me animar para ler :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oláá
    Conheço o autor e ele é bem legal, não conhecia o livro mas deve ser bem interessante, fiquei curiosa pela leitura.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Muito bom quando um livro consegue nos surpreender. Não conhecia este, e apesar de não ter me interessado tanto, ainda assim não descarto a leitura.
    Bjs,rose.

    ResponderExcluir
  6. Olá Jessica, boa a premissa do livro e a resenha, mas não me interessei pela história.

    ResponderExcluir

Olá!
Sua opinião é muito importante para mim.
Não esqueça de deixar o link do seu blog para eu retribuir a visita.
Obrigada :D
Beijos Jéssica Rodrigues

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...